sábado, 15 de maio de 2010

Travessia


Já são largas as horas que por este rio navego, procurando à beira mar palavras abandonadas, que precisem de ser resgatadas, que precisem de um tecto para viver, que precisem de orientação. Mas nem uma, nem uma palavra encontrei depois de ter passado aquela cascata, que estava infectada com elas. Até o meu pequeno barco se ia afundando, com tanto peso em cima. Sinto falta daquelas gargalhadas que durante a viagem, se iam constantemente pronunciando. Sinto falta daquela energia positiva que contaminava todas as outras palavras. Sinto falta de mim.
Outrora cheguei-lhes a dar um rumo, a dar uma nova vida, mas agora, nem sinal delas. Seguiram a sua vida e esqueceram-se daquele que as ajudou quando mais precisavam, daquele que as puxou para dentro do seu minúsculo barco, apesar de já não haver mais espaço para mais ninguém. Só dão valor ao que hoje têm. Ao passado, embrulham-no dentro de uma caixa para mais tarde o jogarem ao rio. Mas nem se lembram de que, as caixas que jogam ao rio, é aquele de que foram resgatadas, é aquele em que por largas horas permanece em silêncio, juntamente com o seu navegador. Navegador esse que navega naquele rio vermelho, que faz a travessia entre as cidades Mente e Coração. Só ele é capaz de fazer o percurso vezes indeterminadas, à procura de sem-abrigos, mas claro, sem sucesso, pois já há largas horas que navega por navegar..
Mais uma vez, aqueles dias gastos juntamente com a minha viola, foram em vão. Aqueles dias em que jogava letras ao rio, como se fossem pedras, fazendo ricochete nas mini ondas que brilhavam à beira mar. Mais uma vez, conhecendo a travessia como a palma das minhas mãos, não encontro nada.. Nunca irei encontrar a palavra perfeita, aquela que se irá dispôr para me acompanhar, neste percurso entre cidades..




Day 08 - A song that you can dance to




House, Is LIFE !

14 comentários:

  1. não é meu, mas woooowww, é lindo :$

    ResponderExcluir
  2. Se estar inspirada fosse fazer rimas, então eu estava lixada xD agora a sério: estes teus textos têm tanta qualidade como os rimáticos. :)

    ResponderExcluir
  3. A sério? Até parece que eu te costumo mentir, aii :o

    ResponderExcluir
  4. Eu sei, estava a brincar. :) Mas eu até te convidava a escreveres mais vezes neste estilo, pois tens jeito. *

    ResponderExcluir
  5. Primeira vez que visito aqui, adorei o blog... É lindo, e você escreve muito bem!
    Porém, por questões de orgulho próprio e frescura aguda, só sigo quem me segue q E quem sigo visito sempre... Enfim, se vc for no meu blog gostar e tal, segue tá?
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. ANDRÉ,

    Estou lhe convidando para conhecer meus blogs de humor:

    "como era fácil fazer sexo";

    "humor em texto"

    e

    "fotofalada".

    Combinado?

    Um abraçao carioca !!!

    Rio de janeiro , Brasil.

    ResponderExcluir
  7. e viva à qualidade, está amazing !
    amo amo *.*

    ResponderExcluir
  8. "Navegador esse que navega naquele rio vermelho, que faz a travessia entre as cidades Mente e Coração"
    adorei, assim como a música!

    ResponderExcluir